Rei da baixaria: depois de aprontar todas na Assembleia, deputado do chapéu tenta justificar agressões à Lêda Borges, mas emenda fica pior que soneto

O deputado Amauri Ribeiro (PRP), secundado pelo deputado Humberto Teófilo (PSL), protagonizou momentos de extrema baixaria nesta quarta-feira (26) na Assembleia Legislativa, quando usou e abusou de palavrões.

Amauri Ribeiro, contudo, foi mais adiante que Humberto Teófilo e destratou a deputada Lêda Borges (PSDB), a quem mandou calar a boca com brutalidade na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Depois, ainda na CCJ, Amauri Ribeiro tentou amenizar o fato, mas a emenda saiu pior que o soneto.

Assista o vídeo: