Amauri e Delegado Humberto perdem as estribeiras e, na falta de argumentos para defender Caiado, partem para palavreado chulo e agressões

Massacrados pela oposição, principalmente por Talles Barreto e Lêda Borges, os deputados Amauri Ribeiro e Delegado Humberto viram acabar o estoque de argumentos para defender Caiado e, na falta do que falar, resolveram apelar e partir para o palavreado chulo e agressões verbais contra colegas. Foi um espetáculo de mau gosto e a condenação, geral.
Só falta os dois, agora, partirem para os tapas.