EXCLUSIVO Desmanche da UEG: em reunião com diretores, reitor comunica cortes imediatos. Veja as decisões

O G24H teve acesso aos áudios de reunião fechada entre o reitor da
UEG,  professor Ivano Devilla, e os diretores da instituição de
ensino,na última quarta-feira. Na pauta, o desmanche da universidade.

Veja o resumo da reunião administrativa entre reitor, pró-reitores e diretores:
1. Os 2% da UEG serão vinculados aos 25% da educação, daí o montante
da educação será reduzido para 23%;
2. Só há dinheiro para o pagamento da folha. Investimentos não haverão
por falta de recursos e ainda estão pagando RPV´S das parceladas;
3. O reitor tem que apresentar em 30 dias um relatório de
escalonamento de demissões a pedido do Tribunal de Contas do Estado;
4. Se posicionaram sobre alguns ajustes de forma imediata. Decidiu-se
que vão demitir de forma escalonada a partir de julho, começando com
150 professores, mas não definiram os critérios, pois vão analisar por
Câmpus. Os demais seriam desligados no final do ano;
5. A modulação dos temporários para o próximo semestre será com carga
horária mínima de 12h em sala de aula, a mesma carga horária dos
professores efetivos;
6. Os servidores temporários da limpeza serão terceirizados a partir de julho.
7. Também serão desligados 150 servidores técnicos administrativos
temporários em julho.