Farra das viagens: Rio Verde abandonada: nos seis primeiros meses de 2019, prefeito ficou fora da cidade mais de um mês

Nos primeiros seis meses de 2019, o prefeito de Rio Verde, Paulo Faria, ficou mais de um mês fora da cidade, demonstra relatório das viagens do gestor obtido com exclusividade pelo G24H.

Somente em junho foram 13 viagens, o que mostra que a cidade abandonada pelo prefeito, que se revela um turista de mão cheia.

Pelos dias de viagens, algumas sem motivo relevante com destino até para o paradisíaco Rio de Janeiro, Paulo Faria embolsou a polpuda quantia de R$ 29 mil.

No interior de Goiás isso tem nome: farra do boi.