Jornal Opção: “Deputados votam pelo RRF sem saber se haverá cobrança de juros sobre parcelas suspensas”

Reportagem especial do portal do Jornal Opção levanta uma dúvida gravíssima sobre os efeitos da adesão do governo de Goiás ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do governo federal.

Segundo o portal de notícias, não está claro se o Tesouro Estadual terá de pagar juros sobre as parcelas da dívida pública cujo pagamento será suspenso por seis meses como parte das medidas do RRF para dar fôlego às contas.

Portanto, se não há garantia de pagamento com juros é impossível também saber qual taxa de atualização será aplicada caso a diferença seja cobrada no futuro. ”

“A Assembleia Legislativa de Goiás aprovou, na segunda-feira, 1º, em primeira votação, o projeto de Lei que autoriza o Estado a disputar entrada no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) e, consequentemente, ganhar seis meses sem precisar pagar dívidas com bancos e com a União. A dúvida é se, após esses seis meses, o débito será ainda maior, devido à cobrança de juros. Parlamentares favoráveis confessam não saber”, afirma o Opção.