PSD de Vilmar Rocha e PP de Baldy perdem protagonismo na política de Goiás

Por falta de ação dos líderes, o PSD e o PP perderam o protagonismo que tiveram recentemente na política de Goiás. O PSD encolheu na eleição e conta apenas com Francisco Jr. em Brasília, com atuação apagada no Congresso e ausência completa em Goiás e Goiânia. Na Assembleia, dois deputados fracos, Lucas Calil e Wilde Cambão, não conseguem colocar o partido no centro das decisões. E o presidente da legenda, Vilmar
Rocha, perde tempo reorganizando o PSD nacional a pedido de Gilberto Kassab.
Quanto ao PP, Alexandre Baldy abandonou Goiás e os prefeitos estão órfãos. O senador Vanderlan sempre fez política do eu-sozinho e Adriano do Baldy consolidou-se como deputado-poste, que não mostra trabalho.
E ninguém sabe se são de oposição ou situação.
PSD e PP caminham para virar partidos nanicos em Goiás.