Reitor da UEG não fez e não está fazendo nada em relação a paralisação da Eseffego; alunos perderam o semestre

O reitor da UEG, Ivano Devilla, não fez e não está fazendo nada em relação a paralisação da Eseffego.
Os alunos perderam um semestre. E vão perder outro de aula.
Os técnicos e professores estão recebendo salário, mas não podem trabalhar.
Os prédios da antiga Eseffego estão abandonados. As novas dependências, também.O novo reitor  não está nem aí pra isso.
E não atuou para terminar com a greve.