TCE dá anuência ao empréstimo de R$ 230 milhões do TJ ao governo de Goiás. Contra a operação, procurador de Contas Fernando Carneiro se omitiu`

O pleno  do TCE de anuência para operando de crédito  entre o Fundo de Aparelhamento e Modernização do Poder Judiciário (Fundesp) e o governo de Goiás no valor de R$ 230 milhões. O relator da matéria foi o conselheiro Flávio Rodrigues, substituto do conselheiro Saulo Mesquita.

Provocado pelo procurado de Contas Fernando Carneiro, que estranhamente se omitiu diante do fato, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já havia manifestado anteriormente contra este tipo de operação.

Em 2014, o CNJ recomendou ao Tribunal Justiça de Goiás a aplicação do recursos do Fundesp exclusivamente nos itens que motivaram a criação do fundo.