Educação: dispensados por Caiado, servidores de contrato temporário reclamam que não vão receber as férias de julho

O desespero é grande entre os servidores de contrato temporário da educação estadual. Muitos serão demitidos agora pelo governador Caiado, que já mandou para as escolas as listas de demissão. A reclamação é que o governo não pretende pagar as férias de julho, sendo que os contratos venceriam no final do ano. Com a palavra, a Seduc…