Caiado, o médico que se gaba por ser inteligente, não sabe que é proibido separar sujeito e predicado por vírgula

O governador Ronaldo Caiado (DEM), que se gaba por ter estudado nas melhores escolas de medicina do mundo, ao certo fugiu das aulas de português da tia Maricotinha no primário. Em um post publicado no dia 11 de junho, com uma foto ao lado do ministro Sérgio Moro, o governador comete o crime hediondo da língua portuguesa: separa sujeito e predicado com vírgula. 

O certo seria: “Sua trajetória como juiz e como ministro deu ao Brasil oportunidade de respirar…”. Sem vírgula depois da palavra “ministro”.

Tia Maricotinha ficaria decepcionada.