Operação Tarja Preta: MP denuncia ex-prefeito Gude, de Pires do Rio, e mais três por crimes de corrupção

O Ministério Público de Goiás ofereceu denúncia contra o ex-prefeito de Pires do Rio Luiz Eduardo Pitaluga Cunha pelo crime de corrupção passiva, e contra os empresários Edilberto César Borges, Milton Machado Maia e Vanderlei José Barbosa, todos pelo crime de corrupção ativa. O advogado Tomaz Edilson Filice Chayb foi denunciado por violação à Lei de Licitações.

A denúncia já foi recebida pelo juiz criminal de Pires do Rio, José dos Reis, e os denunciados já são considerados réus. A pena pelos crimes de corrupção ativa e passiva é de 2 a 12 anos de prisão, enquanto para o crime previsto da Lei de Licitações, conforme o artigo 89, é de 3 a 5 anos.