Talles: Caiado e Marcos Cabral precisam explicar porque Santa Terezinha virou calamidade social

O deputado Talles Barreto manifestou “minha indignação em saber que entre estes municípios  em calamidade social está um – Santa Terezinha – que foi administrado pelo secretário Marcos Cabral, titular da Secretaria do Desenvolvimento Social”.

Segundo o parlamentar, durante três mandatos (1997-2000; 2009-2012; 2016-2018) Marcos Cabral administrou o município que, segundo a reportagem da TV Anhanguera, está entre aqueles onde “há muitas crianças fora da escola, casas sem água encanada e sem esgoto e gente passando fome”.

Talles relata que ao assumir pasta no governo de Goiás, “Marcos Cabral, que gaba-se de uma amizade com Ronaldo Caiado de mais de 25 anos, ao invés de mostrar a que veio, passou semanas a criticar os programas sociais do PSDB gestados pela secretaria que ora assumiu.

“Além de não mostrarem nada de novo na área que criticaram tanto – lá se vão quase sete meses de administração -, vocês, Ronaldo Caiado e Marcos Cabral, precisam explicar por que Santa Terezinha de Goiás chegou a esse ponto de insolubilidade social e econômica, mesmo sendo Caiado o representante do município por décadas na Câmara e no Senado Federal?”, diz.

E acrescenta: “Saiba você, governador, que os goianos de Santa Terezinha, Cavalcante, Colinas do Sul, Amaralina, Teresina de Goiás, Monte Alegre, Montividiu do Norte, Campinaçu, Heitoraí, Matrinchã e os demais 236 municípios aguardam, ansiosos, por uma administração séria e sem retóricas baratas. Nem tampouco que seus problemas sejam terceirizados pelo senhor ao TCU ou a quaisquer outros órgãos que não têm em seu escopo obrigação para tal” .