Presidente do Sindsaúde denuncia que Caiado elegeu “servidor para pagar a conta”

Para a presidente do Sindsaúde, Flaviana Alves, a situação é muito preocupante com a iminência de adesão do governo Caiado ao Regime de Recuperação Fiscal. “O cenário que se configura é aquele em que o servidor será eleito para pagar a conta e isso não pode acontecer. Na verdade, os trabalhadores devem ser ressarcidos pelas nove datas-bases atrasadas, pelo salário defasado, pelo reajuste indevido do Ipasgo”, frisou.

Por outro lado, Flaviana ressalta a importância de o servidor compreender o seu papel na luta por direitos. “Não há outro meio! Para barrar os ataques aos direitos trabalhistas é preciso unidade, pois estamos em uma realidade na qual é preciso maior engajamento para manter e ampliar as nossas conquistas. Felizmente, a classe trabalhadora é organizada e tem potencial para isso”.