Denúncia: governo Caiado dá calote de quatro meses no transporte escolar e serviço deve parar em agosto com a volta às aulas

Com o selo de caloteiro pregado na testa, o governador Ronaldo Caiado não paga há quatro meses o transporte escolar em Goiás.

Como o prestadores do serviço não receberão no mês julho por causa das férias e não sequer empenho da despesa, muitos não voltarão ao trabalho em agosto, quando as aulas serão retomadas.

O caos se anuncia para os alunos que ficarão sem transporte escolar.