Filemon e Fabiana afirmam que Glória Pires foi “rejeitada”? Como? Eles têm pesquisa para provar?

Mensagem no Twitter do jornalista Filemon Pereira, ex-assessor de imprensa de dona Iris Araújo, foi retuitada pela também jornalista Fabiana Pulcineli e, aí sim, merece um comentário.

Veja a mensagem do peemedebista Filemon Pereira que Fabiana retuitou:

 

Filemon Pereira @filemonpereira

Glória Pires também brilhou hoje nas ruas de Goiânia. Nunca uma propaganda foi tão rejeitada como essa promovida pelo governo.

Retweetado por Fabiana Pulcineli

 

Fabiana, se retuitou, é porque, obviamente, concorda com a mensagem.

Olha agora: como é que o tal Filemon pode afirmar que uma propaganda veiculada na televisão foi aprovada ou rejeitada?

Ele fez pesquisa? Afinal, uma constatação dessa importância não pode ser obtida mediante opiniões aqui ou acolá, mas tem de ser respaldada em dados científicos.

E então: como é que uma jornalista respeitada como Fabiana Pulcineli embarca em uma infantilidade dessas?

A campanha com Glória Pires, ao contrário do que o peemedebista afirma, teve boa aceitação. O próprio Governo já divulgou o número de acessos nas redes sociais, que chegam aos milhões, e informou que suas pesquisas confirmaram a receptividade positiva.

Se a campanha fosse negativa, porque o Governo a manteria no ar?

A propósito: quem acessa o site de O Popular, jornal em que Fabiana trabalha, depara-se com o link onde a atriz Glória Pires apresenta uma série de vídeos institucionais sobre o Governo de Goiás.

Será que a jornalista já reclamou ao departamento comercial do Grupo Jaime Câmara?