Vice-presidente da Codego, o emedebista Nailton Oliveira foi quem delatou a diretoria do órgão demitida por corrupção pelo governador Caiado

A demissão da diretoria do Codego decorreu de delação feita ao governador Ronaldo Caiado pelo vice-presidente do órgão, o emedebista e irista Nailton Oliveira, ex-prefeito de Bom Jardim.

Nailton entregou o esquema de corrupção montado na Codego, que teria como articuladores o diretor técnico, Cesmar Moura, o diretor administrativo, Carlos César Toledo e o presidente Valderi Borges.

Não se sabe ainda a extensão do esquema nem quanto de dinheiro foi desviado pelo grupo no órgão.