Primo do governador, Jorge Caiado manda na PM mais que o comandante geral

Jorge Caiado, primo do governador Ronaldo Caiado, não ocupa cargo na área Segurança Pública no governo estadual, mas  exerce poder de mando na cúpula da PM e tem linha direta com o comandante geral Renato Brum.

As relações estreitas dele com o andar de cima da PM são motivo de comentários no seio da tropa: ele tem mais força que o comandante geral.

A interferência de Jorge Caiado é apontada como causa dos problemas que a PM vem enfrentado, que podem ser detectados na remoção  e designação de comandos regionais sem critérios técnicos, no apadrinhamento de promoções, na falta de trato político com autoridades nos municípios que são atropeladas, no aumento nos índices de crimes e na ausência de investimentos.

Sob o controle de Jorge Caiado, o comando geral da PM distanciou-se da tropa e não visita os quartéis no Estado, tomando decisões à revelia dos oficiais.

A sorte é que a corporação ainda usufrui de todo o aporte de investimentos e efetivo garantidos pelo governo anterior. Mas o comentário é que essa fase vai está perto de se esgotar e as expectativas são as piores sob a influência negativa de Jorge Caiado.