Doce ilusão: só Otavinho (Adial) e Mabel (Fieg) acreditam que Caiado não vai cortar incentivos fiscais

Ao tempo que Caiado emite todos os sinais de que vai avançar no corte dos incentivos fiscais, os presidentes da Adial,Otavinho Lage, e da Fieg, Sandro Mabel, apostam todas as fichas que o governador não vai mexer na política de isenções, mantendo a estrategia equivocada de bajular o governo em vez de defender com altivez os benefícios.
Ou são inocentes demais ou são trouxas mesmo.