Com irmão de Lucio Flávio no governo, OAB se cala diante de investida de Caiado contra salário de advogados

O Estado de Goiás entrou com Ação no Supremo Tribunal Federal (STF) suspender a lei que garante salário de R$ 13,75 mil para advogados que atuam em autarquias estaduais. É claro que a intenção do governador Ronaldo Caiado (DEM) é reduzir este valor.

O presidente da OAB já deveria ter reagido. Mas não reagiu. Mesmo porque o irmão dele Luiz Antônio, ganhou cargo no governo (é superintendente da Juventude na secretaria de Governo, mesmo não sendo mais jovem há muito tempo).