Efeito Caiado: Goiás tem a segunda pior geração de emprego desde 2004

O número de vagas de empego com carteira assinada gerada em junho de 2019 é o segundo pior desde 2004 em Goiás. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira, 25, o saldo de 2.077 postos de trabalho formais (entre admissões e demissões) só superou o de 2015 (1.863). Mostra a matéria do Jornal Opção, escrita por Rodrigo Hirose.

É mais um efeito do desastrado governo de Ronaldo Caiado (DEM), que apenas prega o cenário de caos em Goiás, afastando empresas, indústrias, investidores e novos negócios.