Jornal O Popular, que já deu duas páginas de bajulação para a primeira-dama, sofre agora duro ataque da leoa Gracinha

A primeira-dama Gracinha Caiado determinou, acompanhou e revisou pessoalmente a nota da Secretaria de Estado Comunicação publicada neste domingo em O Popular.

A nota ataca a liberdade de imprensa e afirma que o jornal insinuou ligações entre integrantes do governo Ronaldo Caiado e a organização criminosa desbaratada pela Polícia Civil por meio da Operação Ícarus de combate ao tráfico de drogas.

Depois de publicar duas páginas de bajulação sobre a primeira-dama, a quem definiu como a “leoa” do Palácio das Esmeraldas, O Popular agora sofre um duro e impiedoso ataque de Gracinha. A nota é uma afronta à liberdade de imprensa e O Popular tem a solidariedade do Goiás 24 Horas.