Desmonte da UEG por Caiado(2): demissão em massa de servidores vai afetar aulas no segundo semestre

A demissão em massa de servidores e professores da UEG vai afetar as aulas no segundo semestre, denuncia O Popular. Um circular interna enviada a todas as unidades em junho orienta a antecipação do término do ano letivo parta 30 de novembro. A motivação, segundo o documento, é o desligamento de 1 mil 490 servidores e professores. A ordem é dar aulas aos sábados, suspender atividades extracurriculares, suspender as semanas de cursos, eventuais recessos. Ou seja, alunos terão grande prejuízo e a qualidade do ensino vai cair.