Menos de 200 pessoas atendem chamamento de sindicatos petistas para protesto contra governo

Os sindicatos petistas não conseguiram reunir, até agora, mais de 200 pessoas num protesto contra o governo do Estado.

Durante toda semana, o Sindicato da Saúde e o Fórum das entidades, os dois ligados ao PT, fizeram chamadas nas rádios da Capital para a manifestação.

O fracasso da mobilização tem uma explicação: servidor rejeita sindicatos pelegos controlados por partido político.

O total de servidores do Estado é de 170 mil, entre ativos e inativos.