Sob risco de demissão, Moro pode vir a Goiás na próxima segunda para inauguração de presídio

Desmoralizado por conversas no Telegram que sugerem interferência indevida na operação Lava Jato e esvaziado pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, pode desembarcar em Goiás na próxima segunda-feira.

Há a previsão na agenda de que ele participe da inauguração de um presídio construído pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB) em Planaltina. Não só ele como Bolsonaro também. Há algum tempo os dois não aparecem junto em público.