Enquanto a forasteira Fátima Gavioli está em Rondônia, professor é assassinado em Águas Lindas

Goiás virou cidade-dormitório para os secretariado do governo Caiado.

Na quinta-feira, os secretários forasteiros vão para os seus estados e só voltam a trabalhar na terça-feira, deixando as pastas acéfalas.

A secretária da Educação, Fátima Gavioli, está em Rondônia e por certo nem deve estar sabendo que um professor do Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas, foi esfaqueado e acabou morrendo.

Um fato desta gravidade acontece na Educação em Goiás e Gavioli alheia a tudo em Rondônia.

É o fim da picada mesmo.