Lúcio Flávio se presta ao papel ridículo de defender pior companhia de energia do Brasil, a Enel

Em vez de conduzir a OAB Goiás ao papel de instituição defensora da sociedade, como foi na época da ditadura, o presidente Lúcio Flávio presta-se agora ao papel ridículo de defender uma empresa que todo dia ferra com a vida dos goianos: a Enel, apontada pelo governo federal como a pior concessionária de energia do Brasil. O blog desafia Lúcio Flávio a dizer qual o valor ($$$) do contrato que ele assinou pela companhia.