Advogados nomeados por Caiado no governo devem saber que advocacia é incompatível com função pública

O G24H alerta aos advogados que foram agraciados com cargos no governo Caiado, casos dos conselheiros da OAB-GO Rubens Fernando, Eliane Simonini e Wandir Alan, que a advocacia é incompatível com a função pública.

A começar pelo horário de trabalho na administração estadual – na Codego, por exemplo, o expediente é das 8h às 18h -,  que inviabiliza ao advogado atender nos respetivos escritórios, acompanhar audiências, redigir petições e preparar ações, entre outras atividades profissionais.

Os advogados que tornam servidores públicos deve comunicar as nomeações à OAB para que se faça a a anotação do devido impedimento na carteira profissional.

O G24H está de olho.