Caiado revogou decretos ambientais de Marconi, desprotegeu o Meia Ponte e agora Goiânia vive risco de racionamento de água

Goiânia está na iminência de sofrer com o racionamento de água. Assim, num dia o bairro será abastecido com água, no outro, o abastecimento é cortado. Logo que assumiu o governo, para fazer moral com o agronegócio, Caiado suspendeu decretos de Marconi que protegiam a bacia do Meia Ponte e impunha regras rígidas nas licenças ambientais. A coisa correu frouxa e agora o nível do Meia Ponte está no crítico 3. O risco de racionamento é altíssimo.