Bateu desespero: para defender privilégios de empresários, presidente da Adial ataca de forma injusta e covarde o corretíssimo deputado Humberto Aidar

Cheiro de desespero. Em nota produzida pelos jornalistas Bruno Rocha
Lima e Jarbas Rodrigues, e enviada ao Diário da Manhã, o presidente da
Adial, Otavinho Lage, faz ataques injustos, covardes e sem fundamentos
ao relator da CPI dos Incentivos Fiscais, o corretíssimo deputado
Humberto Aidar. Sem prova alguma, Otavinho acusa o parlamentar de
“politizar” a comissão.
Conversa fiada.
A verdade é que o pessoal da Adial já não sabe mais o que fazer com o
desmascaramento dos privilégios a que um grupo de poderosos e antes
intocáveis empresários tinha acesso.
Depois de tentarem desestabilizar a CPI com acusações de práticas não
republicanas, o ataque agora é contra uma suposta “´politização do
trabalho relator.
Mais um tiro no pé.
Nova trapalhada de Otavinho.