Hugo em colapso (1): nova OS gestora do hospital é acusada de promover “massacre psicológico” dos servidores

Em carta encaminhada ao GO24H via WhatsApp, servidores do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) acusam o INTS, Organização Social (OS) escolhida pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) para administrar o Hugo, de promover um “massacre psicológico” de enfermeiros, técnicos de enfermagem, servidores de limpeza e segurança. Conforme o documento, o INTS está “acabando com a saúde dos trabalhadores”, sobrecarregando a carga horária e reduzindo salários. Abaixo, a carta na íntegra.