Ao contrário do oba-obra caiadista, vazão do Meia Ponte não se estabiliza, volta a cair e racionamento de água está perto

Embora Caiado continue com o oba-oba que marca as ações do governo, a vazão do rio Meia Ponte não se estabiliza, voltou a cair e racionamento de água está cada vez mais perto na região metropolitana de Goiânia. No fim do dia de ontem, a última vazão calculada apontava para 1.481 l/s, menos, portanto do limite crítico de 1.500 l/s.
O G24H alerta desde maio que o governo caiadista não apontou as medidas preventivas necessárias para evitar a falta d’água. Os governistas negaram, mas tudo indica que a população vai amargar o racionamento.