MEC quer acabar com concursos nas universidades federais para contratar apenas professores pela CLT

 O ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai estimular as universidades federais a contratarem professores e técnicos pelo regime CLT (carteira assinada). Atualmente, os docentes passam por concurso público. A nova forma de contratação será exigência para a entrada das instituições de ensino superior no Future-se, programa anunciado este ano pelo MEC para captar dinheiro da iniciativa privada. Sem concurso, o governo Jair Bolsonaro fará seleção ideológica para professores. “O que acontece é que o teto (federal de gastos) estrangulou a gente”, disse o titular da pasta ao jornal O Estado de S.Paulo.
As informações são do site Brasil 247.