Morte do soldado Wallisson causa comoção na Polícia Militar; ele sonhava ser policial desde criança

O soldado Wallison, da Polícia Militar de Goiás (PMGO), morreu na madrugada desta segunda-feira (23), após ser atingido com um tiro na cabeça enquanto realizava patrulhamento em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. O soldado da PM chegou a ser socorrido e passou por uma cirurgia, mas não resistiu.

Filho de família humilde, Wallison estudou em escola pública na região do setor Colina Azul em Aparecida de Goiânia. Desde criança sonhava em ser policial militar e integrar as forças especiais. Considerado um dos melhores alunos do Colégio Estadual Colina Azul, era bom em matemática e tirava as melhores notas da sala.

Walisson sonhava em passar no concurso público da PM e seguir carreira levando mais qualidade de vida para sua família. Novo na PM, o soldado passou a integrar a tão sonhada forças especiais da polícia no ano passado, sendo membro do Comando de Policiamento Especializado (CPE).

Walisson se deslocava de um patrulhamento para o quartel localizado as margens da GO 040 em Aparecida, durante o trajeto, na região do Anel Viário. A viatura em que o soldado estava sofreu um ataque de criminosos e ele foi alvejado juntamente com um colega de farda.

Baleado na cabeça, o projétil acertou a região dos olhos perfurando o crânio.  Socorrido e após passar por cirurgia, o soldado não resistiu e morreu na madrugada desta segunda-feira (23).