Jânio Darrot decreta luto oficial por três dias em Trindade em face da morte do padre Ângelo Licati

O prefeito Jânio Darrot assinou, nesta sexta-feira (27/09), decreto de luto oficial por três dias em face da morte, aos 91 anos, do padre Ângelo Licati, que ocorreu durante a manhã. Ele foi missionário redentorista, superior da vice-província, pároco e reitor do Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade.

Em suas justificativas, Jânio Darrot destaca o “profundo sentimento de pesar do povo trindadense pelo passamento do padre Ângelo Licati, na manhã desta sexta-feira (27/09)”.

Em nota assinada com a primeira-dama, Dairdes Darrot, o casal lamentou a perda. “Ele trouxe a questão social para a discussão da homilia e renovou o pensamento católico. Auxiliou na obra do Santuário Basílica e deu importante apoio ao Grupo Desencanto de Trindade”, diz o texto.

Jânio e Dairdes também destacaram na nota que o padre “fez a reforma da Igreja Matriz com a colocação da via sacra no interior do templo a partir de pinturas de João Pereira”.

“Durante toda a vida, atuou com grande dedicação junto a famílias carentes tendo em vista a conquista de moradias”, diz a nota. “Empreendeu diversas benfeitorias na Vila São Cottolengo. Deixa um grande legado com inúmeras realizações e um exemplo vivo de amor ao próximo”, afirma.

“Que Deus, em sua infinita bondade, possa confortar familiares e amigos neste momento de pesar e tristeza”, conclui a nota de pesar pela morte de Ângelo Licati.