Aidar: Zé Garrote recebeu do governo R$ 47 milhões em crédito-moeda, que não exige contrapartida

O relator da CPI dos Incentivos Fiscais, Humberto Aidar (MDB), acaba de apresentar dados da Secretaria de Economia do Estado segundo os quais o empresário Zé Garrote, dono da Super Frango, recebeu do governo nos últimos cinco anos R$ 47 milhões em crédito-moeda, que são créditos de ICMS que podem ser vendidos no mercado e – o mais importante – não exigem que a empresa dê contrapartidas ao Estado.