Caiado ameaça: se não houver redução de salários, haverá demissão em massa de efetivos

O governador Caiado continua a perseguição implacável ao servidor público estadual, eleito como inimigo número 1 da gestão e bode expiatório da crise fiscal. Agora, ele investe com tudo para conseguir autorização do STF para reduzir salários do funcionalismo como desculpa para adequar a folha à decisão da corte. O fato é que Caiado não gosta do servidor e está sempre como uma maldade na manga para ferra a categoria.
Como ameaça, diz que se não houver como reduzir os salários, vai fazer demissão em massa de efetivos, como o G24H já denunciou várias vezes.