BOMBA Soldados e cabos da PM que prestam serviço no palácio denunciam assédio sexual na Chefia de Gabinete do governador

Soldados e cabos que trabalham na Casa Militar servindo o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, denunciam que estão sendo vítimas de assédio sexual. A denúncia foi encaminhada ao WhatsApp do G24H.

O militares relatam que os atos de assédio sexual estariam ocorrendo na Chefia de Gabinete do governador.

“O assédio sexual sobre nós passou dos limites e pedimos que o Coronel Alencar, chefe da Casa Militar, abra uma sindicância: primeiro vendo as câmaras de vigilância do décimo andar e depois faça uma sindicância com todos nós em sigilo. Com proteção, nós falaremos.
Somos casados e temos filhos e somos todos os dias obrigados a viver com o assédio”, denunciam.

Os soldados e cabos afirmam que a situação é insuportável e nada podem fazer por questões de hierarquia.

“E nossas esposas e os nossos filhos ? Até quando teremos que aguentar? Só pedimos que olhem as câmaras e façam a sindicância.
Todos vão confirmar o assédio. Não aguentamos mais. Essa denúncia é nossa esperança para que sejamos respeitados”, finalizam.

Se não cessarem as investidas, prometem levar o caso ao Ministério Público.

A denúncia é grave e exige resposta do coronel Alencar, chefe da Casa Militar.