URGENTE: graças a incentivos fiscais em excesso, Caramuru paga carga tributária de apenas 0,55%

O deputado estadual Humberto Aidar (MDB) aproveitou-se da presença de Alberto Borges, da Caramuru, na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa para apresentar números estarrecedores sobre a indústria, repassados pela Secretaria de Economia do governo de Goiás, nesta segunda-feira. Nos últimos cinco anos, a Caramuru teve receita de R$ 9 bilhões e pagou R$ 50 milhões de ICMS para o Estado. Ou seja: arcou com uma carga tributária de 0,55%. Qualquer microempresa no Brasil paga carga de 5%, no mínimo.