Delegada nega prisão de suspeito de assassinar o soldado Walisson

Após o vazamento de supostos áudios que apontam a prisão do suspeito de assassinar o soldado Walisson, em Aparecida, a delegada titular da 2ª Delegacia Regional de Aparecida, Cybelle Tristão, disse à Folha Z que nenhuma prisão foi realizada até o momento. Ainda conforme a delegada, os áudios não possuem fundamento algum.

“Maior falácia que ouvi. Tudo isso é mentira”, afirmou Cybelle.

Ela ressaltou que estava presente durante a reconstituição do crime e afirmou que quem dirigia a camionete, uma S-10 preta, usada na simulação, era um policial da delegaciacomandada por ela. Cybelle ainda defendeu que a investigação é muito complexa e, por isso, o caso ainda não foi solucionado.