Deputado Cairo Salim afirma que Enel cumpriu apenas 13% dos investimentos acordados

A reunião da CPI da Enel desta quinta-feira, 10, foi cancelada devido à ausência do presidente da Agência Goiânia de Regulação (AGR), Eurípedes Barsanulfo, convidado para prestar esclarecimentos aos parlamentares integrantes da comissão.

No entanto, a AGR manifestou-se por meio de uma nota técnica informando que, até dezembro, a Enel tem que cumprir um volume de investimentos. “Nosso papel é fiscalizar se a empresa conseguirá cumprir o cronograma, já que até o momento só 13% deles foram alcançados”, destacou o relator da CPI, deputado Cairo Salim (Pros).

“Creio que em novembro vamos conseguir encerrar e formular nosso relatório final da CPI, assinando um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto à Enel e o Ministério Público de Goiás (MP-GO). Nosso intuito é garantir que a empresa cumpra sua obrigação, que é fornecer um serviço de qualidade em todo o estado de Goiás”, encerrou o deputado