Relator da CPI dos Incentivos Fiscais diz que liminar que livra Wesley Batista de depor “abre precedente perigoso”

O relator da CPI dos Incentivos Fiscais, deputado Humberto Aidar (MDB), recebeu com preocupação a notícia de que o Tribunal de Justiça concedeu uma liminar livrando o sócio-proprietário da JBS, Wesley Batista, de depor na Assembleia Legislativa. “Recebo a notícia com preocupação porque abre um precedente perigoso. Outros empresários serão convocados e podem agora recorrer a este subterfúgio”.