Médicos do HDT exigem saída da OS da família de Nizan Guanaes, conselheiro de Caiado, que administra o hospital

Informa o jornal O Hoje que “aais de 30 funcionários do Hospital de Doenças Tropicais (HDT) de Goiás pediram a saída da Organização Social que administra o hospital há sete anos, o Instituto Sócrates Guanaes (ISG). A demissão de quase 50% do corpo clínico da Emergência, Reanimação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na segunda-feira da semana passada (7),foi o estopim para a manifestação da última segunda-feira (14), quando o grupo entrego uma carta ao governador do Estado, ao Conselho Regional de Medicina (Cremego), ao Sindicato dos Médicos de Goiás (Simego) e a políticos ligados à carreira médica.