Vereador defende que Saneago indenize anapolinos que vivem na região do Piancó e Rio Caldas, em Anápolis

O vereador Domingos Paula (PV) defendeu moradores que vivem às margens do Ribeirão Piancó e Rio Caldas, em Anápolis, diante de ação promovida pela Saneago de abertura de represas nas propriedades rurais, prejudicando plantações e criações de gado e peixe.

Para ele, já que se tratava de uma ação urgente, tanto a Saneago quanto a Codego, que é dona da estação de tratamento de água do Daia, deveriam conversar com essas pessoas e negociar indenizações.

“O produtor rural não pode ser penalizado pelos investimentos que não foram feitos pela Saneago. O que o ribeirinho tem com isso?”, argumentou Domingos, pedindo que o presidente da Codego, Marcos Ferreira Cabral, inicie um diálogo com esses anapolinos.

Segundo o vereador, se a Saneago tivesse utilizado o mesmo princípio desses produtores rurais, e tivesse construído um grande reservatório em Anápolis, não haveria falta de água em períodos de estiagem. “Mas não. Agora vieram aqui, arrebentaram represas e não se preocuparam que a água era usada para o sustento dessas famílias”.

De acordo com Domingos, o vereador deve defender o morador e não a empresa que deixa de atender as demandas da sociedade. Ele concordou com a necessidade de se fazer um mapeamento no manancial e propor a gestão do uso da água, mas que seja uma ação planejada, que leve em conta os produtores rurais.

“A partir de hoje vou usar a tribuna todo dia para defender vocês, moradores. Não sou contra a Saneago fazer um plano de investimentos para a cidade, mas não dessa forma. É gente que vive naquela região há décadas. De repente, vão lá e mudam a situação”, completou o vereador.