Fora, Enel, no Chile também: contra alta nos preços, chilenos colocam fogo no prédio da concessionária

Santiago do Chile registrou neste domingo, 20, mais um dia de distúrbios com confrontos violentos entre manifestantes e forças de policiais. Os protestos pelo aumento nas passagens de metrô seguem mesmo após o presidente Sebastián Piñera anunciar no sábado, 19, a revogação. Neste domingo, 20, os manifestantes colocaram fogo em Santiago no prédio da Enel, empresa italiana que controla a energia elétrica do Chile, em função dos aumentos na tarifa de energia elétrica superiores a 15% no último ano.