Iris diz que não vai “salgar carne podre” e que só quer saber das lideranças jovens

O ex-prefeito Iris Rezende repete uma declaração célebre de Maguito Vilela sobre o funcionalismo público e resolve não mais salgar carne podre, numa referencia à velha guarda do PMDB. Segundo nota publicada na coluna Giro, de O Popular deste sábado (09-03), com o título Crise na Oposição, Iris Rezende não vai entrar nas trapalhadas da bancada de oposição na Assembleia. Disse a aliados, a propósito, que tem apostado nas lideranças jovens do PMDB. É a hora de mostrarem serviço”.

Em politiques claro, o ex-prefeito e eterno candidato ao governo do Estado diz que desistiu das velhas lideranças do partido, como o deputado Paulo Cezar Martins, e que não conta com elas em seus projetos futuros.

A reação de Iris vem dias depois de Paulo Cezar ter confessado que retirou assinatura de CPI na Assembleia, gerando crise na oposição.

Mas ha 15 dias, o mesmo Paulo Cezar defendeu a renovação do partido, com lançamento de nova candidatura ao governo descartando o nome de Iris.

O ex-prefeito ficou irritado com a rebeldia de PC Martins e agora dá o troco.