Anápolis: Vereador defende que contrato com a Saneago só seja assinado após início da construção de reservatório

O vereador Lélio Alvarenga (PSC) reafirmou na tribuna, nesta segunda-feira (21.out), o seu posicionamento em relação à crise hídrica em Anápolis e a postura diante da Saneago: a solução passa essencialmente pela construção de um grande reservatório para a cidade.

“De maneira simplificada, Anápolis precisa de uma grande caixa d’água, porque a cidade é igual à casa de cada um: se não tiver um reservatório para guardar a água na época de abundância, no período de estiagem vai faltar”, explicou.

Lélio defendeu a busca de novos pontos de captação de água, pois entende que o Piancó, que agora conta com o reforço da transposição do Capivari, é muito pouco, já que a outra estação de tratamento de água, no Daia, é de propriedade da Codego, embora sirva quase 50 bairros da região sul.

Segundo o vereador, Goianésia, que é uma cidade menor que Anápolis, possui pontos de captação de água mais adequados, como o Ribeirão Anda Só. “E eles já estão projetando uma nova captação, próximo ao Rio dos Peixes”, completou.

Lélio disse que enquanto outras cidades avançam, Anápolis segue “derrapando ano após ano”. “Essa Casa precisa endurecer quanto às cobranças. Acho interessante propor uma moção ao prefeito, para que só renove o contrato com a Saneago após iniciada a obra do reservatório”, concluiu.