Goiás, terra sem lei: motoristas de aplicativos queimam pneus na BR-153 para exigir mais segurança de Caiado

Revoltados com o assassinato de Carlos Augusto dos Santos Lopes, de 25 anos, no dia 13 de outubro, motoristas de aplicativos fizeram mais um protesto na noite desta quarta-feira contra a insegurança que tomou conta do Estado desde o começo ano. Os manifestantes queimaram pneus na BR-153 para exigir do governador Ronaldo Caiado (DEM) que reaja contra a ação ostensiva e crescente dos bandidos. Em tempo: protestos barulhentos acontecem em Goiânia desde que Carlos foi morto.