“Fui censurado pela Secretaria de Cultura” do Caiado, denuncia Itamar Correia após show ser cancelado

O show do cantor e compositor Itamar Correira na Cidade de Goiás foi cancelado pela Secretaria de Cultura do governo de Goiás.
Itamar Correia, disse à reportagem da rádio Sagres, que o show não foi cancelado, mas sim censurado. “Fui censurado por uma censura política”, disse. “Estou fazendo show em homenagem aos 15 mortos e desaparecidos em Goiás, vítimas da ditadura militar de 1964 e estendendo essa homenagem ao Dom Tomás Balduíno, Dom Pedro Casaldáliga e Frei Marcos Lacerda e, o que aconteceu para minha surpresa, depois de várias propagandas e chamadas, essa semana foi surpreendido com um comunicado suspendendo a apresentação do show ‘Todos estão em nós’”, completou.

O cantor revelou à Sagres que tentou reverter a suspensão e que no final da tarde de quinta-feira (14), véspera de feriado, recebeu o ofício comunicando que manteriam a suspensão da pauta. Itamar Correia criticou a justificativa da Secretaria de Cultura para o cancelamento do show, dizendo que não é de nenhum partido e que o trabalho dele é político. “Essa argumentação é uma forma de expressar a dissimulação sobre o assunto, um pretexto para esconder o que há de verdadeiro, o verdadeiro é que no artigo 2 do Regulamento do Teatro é que o ‘teatro não admite ação política partidária’, o meu trabalho não é partidário e não pode deixar de ser político”, confirmou.