Otavinho Lage rebate secretária de Caiado: “Foi passado apenas um data show”

Na entrevista ao Diário de Goiás, o presidente da Adial, Otavinho Lage, também não concorda com declarações da secretária Schmidt sobre o Pró Goiás ter sido feito com grande participação dos empresários. Segundo ele, apenas foi “passado um data show” e ninguém “ninguém teve acesso ao papel com toda a regulação que estava sendo proposta para estar fazendo uma avaliação mais criteriosa”.

Ele confirmou que houve algumas sugestões dos empresários “só no passar de olhos”, mas que elas precisariam ser sugestões mais completas e profundas. “O dever de casa devia ter sido feita com mais profundidade. Já que no passar de olhos já teve sugestões, vamos aproveitar as análises para ter mais sugestões boas, e infelizmente isso não foi feito”, lamentou.