EXCLUSIVO Médico de Catalão dissemina fake news sobre coronavírus e é desmentido pela Sociedade Brasileira de Infetcologia

O médico dermatologista Guilherme Corradi Elias, de Catalão-GO, foi categoricamente desmentido pela Sociedade Brasileira de Infectologia depois de gravar um vídeo comercial tentando vender vitamina D para prevenção contra contaminação de coronavírus.

No vídeo, ele usa o nome da entidade para recomendar o uso de injeção de vitamina D para assegurar imunidade à doença, o que foi formalmente rebatido em nota oficial. Veja o vídeo:

 

 

“A Sociedade Brasileira de Infectologia repudia o conteúdo de um vídeo difundido em diversos grupos de Whatsapp. Neste vídeo, não é citado nem o nome nem qualificação do indivíduo que está disseminando informações falsas (fake news) e envolvendo a nossa entidade”, diz o comunicado. Clique aqui para ler a nota.

E completa: “Jamais a Sociedade Brasileira de Infectologia publicou que ‘preconiza o reforço de imunidade como a única estrategia contra a infecção pelo coronavírus’, tampouco recomendou ‘a imunomodulação usando vitamina D em dose alta e injetável’ , já que não há evidências científicas de que este procedimento previna a infecção pelo novo coronavírus”.

O médico que disseminou a fake news mantém uma clínica em Catalão-GO e é filho do prefeito da cidade, Adib Elias. 

Ele apagou de seu perfil nas redes sociais o vídeo que motivou a nota de repúdio da Sociedade Brasileira de Infectologia e que, com certeza, vai lhe render processos nas instâncias éticas dos conselhos estadual e federal de Medicina por charlatanismo e curanderismo. 

O Goiás24Horas teve acesso exclusivo ao vídeo de Guilherne Corradi Elias em que ele cita textualmente a Sociedade Brasileira de Infectologia para tentar vender injeções de vitamina D.